quarta-feira, 18 de junho de 2014

Mário Máximo

Mário Máximo nasceu em Lisboa tem dezanove livros publicados. Boa parte são livros de poesia mas também o teatro, o conto, a crónica e o romance são géneros praticados. ORAÇÃO PAGÃ, AS VIAGENS ESSENCIAIS e MERCADOR DE UTOPIAS são alguns dos títulos poéticos. O penúltimo livro intitula-se O INFAUSTO QUARTETO e é um romance; o último intitula-se O GOSTO DA PALAVRA e é um livro de crónicas.
Em muitos palcos, por todos o país, tem recitado a sua poesia e a poesia de muitos outros autores. Assume-se como defensor dos ideais da Lusofonia e é o Comissário Estratégico da BIENAL DE CULTURAS LUSÓFONAS, em odivelas que, em 2015, apresentou a sua quinta edição. Nesse contexto organiza e comissaria, também, o ENCONTRO DE ESCRITORES LUSÓFONOS e o FÓRUM LUSOFONIA (um fórum de debate dos temas mais candentes do mundo da língua portuguesa).
Foi, ainda, vice-presidente e vereador da Câmara Municipal de Odivelas tendo assumido as pastas da cultura, da regeneração urbana e das atividades económicas, entre outras. Até porque, para além de escritor, é licenciado em economia e, neste momento, mestrando em Ciência Política e Relações Internacionais.

Livros publicados e participações em antologias (atualizado a Maio de  2015)
LIVROS PUBLICADOS
“UM MILHÃO DE ANOS” (poesia)
(coletânea de 13 poemas integrada no livro “GOLPE DE ASA”),
Perspetivas & Realidades (1986)

“MERIDIANO AGRESTE” (poesia)
Tertúlia Editora (1991)

“HEDONISTA” (poesia)
Tertúlia Editora (1994)

“PAISAGENS DA UTOPIA” (poesia)
Tertúlia Editora (1996)

“A ILHA” (romance)
Hugin Editores (1997)

“ARTE REAL” (poesia)
Hugin Editores

“ORAÇÃO PAGÔ (poesia)
Hugin Editores (2001)

“DEZANOVE SONETOS” (poesia)
Edições Cesdis (2003)

“PRIMA MATERIA” (poesia)
Hugin Editores (2003)

“HANGAR DE SONHOS – Odes Brancas” (poesia)
Sete Caminhos (2006)

“DIÁRIO DE UMA ILHA DISTANTE” (poesia)
SeteCaminhos (2007)

“ÁRVORE HEDONISTA” (poesia)
SeteCaminhos (2008)

“NICKNAME &
O HOMEM QUE TINHA A MÚSICA NA CABEÇA” (teatro)
Fonte da Palavra (2010)

“AS VIAGENS ESSENCIAIS” (poesia)
Fonte da Palavra (2011)

“MERCADOR DE UTOPIAS” (poesia)
Fonte da Palavra (2012)

“O INFAUSTO QUARTETO” (romance)
Fonte da Palavra (2014)

“O GOSTO DA PALAVRA” (crónica)
Edições Fénix  (2015)

PARTICIPAÇÕES EM LIVROS/ANTOLOGIAS
“100 ANOS, FEDERICO GARCIA LORCA
Homenagem dos Poetas Portugueses” (Coordenação de Ulisses Duarte)
Antologia em que participei com o poema “ANGÚSTIA”
Universitária Editora (1998)

“ANTOLOGIA DA POESIA ERÓTICA”
(Coordenação  de Paulo Brito e Abreu)
Participei com o poema “À SOMBRA DA FRONDOSA ÁRVORE”
Universitária Editora (1999)

“CONTOS ERÓTICOS DE NATAL”
Participei com o conto “ÁGUAS DOCES”
Hugin Editores (2000)

“TIMOR – Do Poder das Armas à Força do Amor”
(Coordenação de Maria Teresa Maia Carrilho)
Participei com o poema “O FILHO DILECTO DE PORTUGAL”
(dedicado a Xanana Gusmão)
Universitária Editora (2002)

“NERUDA, Cem Anos Depois – Reflexos na Poesia Portuguesa”
(Coordenação de Cristino Cortes)
Participei com o poema “NERUDA SONG”
Universitária Editora (2004)

“POETAS REVISITAM PESSOA
Antologia de Autores Portugueses e Brasileiros”
(Organizada por João Alves das Neves)
participei com o poema “ARCANO PESSOA”

“UMA OBRA DE ALMA METAFÍSICA DENTRO
DE UM CORPO ESTÉTICO ORIGINAL” (Ensaio)
Estudo sobre a vida e a obra do escritor Afonso Romano,
que abre o livro “REAL IMAGINÉTICO; livro organizado por mim      
e onde se publica, para além do ensaio referido,
a Obra Poética de Luís Moreno e Jóia Veneno (heterónimos de Afonso Romano)
Edições MinervaCoimbra (2004)


Sem comentários: